31/12/2013

Feliz 2014

Fui desnaturada no Natal, mas não o vou ser agora!

O Novo Ano está aí à porta e com ele, como não havia de deixar de ser, as novas resoluções, objectivos, desejos, metas, etc...

Eu tenho apenas dois pequenos grandes desejos: definitivamente um ano melhor que este; fazer o meu filho crescer feliz e saudável.
Única e exclusivamente. Poucos mas bons, não é o que se costuma dizer?

Espero sempre tanta coisa e tento fazer sempre tanta coisa que quando olho para trás passo a vida a dizer " e se"; " se tivesse feito", e por aí fora.

Este ano para que isso não aconteça não o vou fazer.

Talvez porque o meu lema hoje em dia é: "viver um dia de cada vez". E é isso que pretendo fazer. Um dia de cada vez, um sorriso de cada vez, uma alegria de cada vez, uma vitória de cada vez. E assim acredito que encontrarei de novo a mim e à minha felicidade.

Espero que vocês tenham umas boas saídas, umas entradas ainda melhores. Que tenham um bom balanço deste ano e que tenham um ano de 2014 ainda melhor que este. Que este novo ano vos traga o que mais desejam e anseiam.

Feliz 2014!

imagem retirada da internet

30/12/2013

De coração apertadinho

Preciso mesmo de desabafar.
Sinto-me a pior mãe do mundo. Esta história do Afonso fazer um ano e a "perda" das duas horas está literalmente a fazer-me o coração e a cabeça em água.
Já perco tanto do meu filho.... há imensas coisas que ele faz porque aprende no infantário e com a minha mãe.  Pode parecer estúpido o que vou dizer, mas às vezes ela parece mais mãe do que eu e que ele gosta mais dela do que de mim.
hoje em dia vejo o meu filho acordado apenas por um par de horas.... a partir de Janeiro, vai ser pior, bem pior!
 Tenho um horário de m***** e vamos chegar tardissimo a casa. Tratar dele e jantar.... quando der por nós será hora de ele dormir. E o que aproveitei dele? O que brinquei com ele? Pouco ou mesmo nada....
sei que se morasse mais perto do trabalho e da escola dele que seria mais fácil.  Só em viagens de certeza que ganharia meia hora ou mais por dia..... de certeza que iria fazer a diferença. Mas infelizmente,  é carta fora do baralho.... o pai considera outras coisas mais prioritárias (sim, é ponto de grande discórdia cá por casa).
Isto dói muito cá dentro e sinto-me do tamanho de uma formiga.
E se já ando cansada e tenho estas duas horas..... o que será de mim para o ano?
"Estou no lixo"

29/12/2013

Estamos de férias

Até parece mentira.
Esta semana vai passar a voar,  principalmente porque é já este sábado o batizado do piolho e ainda há muita coisa para finalizar.
Esperemos é que com estes últimos preparativos e com o fim de ano dê para descansar.

26/12/2013

O nosso primeiro Natal

Que desleixada que fui.... nem um Feliz Natal vos vim desejar..... =(
Mas espero que tenha sido mágico,  cheio de amor e alegria.
O momento de abertura das prendas cá pelas nossas bandas foi magnífico.  Pensei que ele ligasse menos do que na realidade ligou.
Os brinquedos cheios de cor, luz e som deixaram-no extasiado e a querer tudo ao mesmo tempo.
Mas a prenda que fez furor foi sem dúvida a bola de futebol que a minha mãe lhe deu. Foi abola oficial do mundial no Brasil,  mas em formato mini!!!! Ele adora bolas e tudo o resto perdeu interesse.  Aí foi vê-lo a andar atrás da bola e a perceber como a fazia rolar.
É tão crescido o meu pequeno!
Foi maravilhoso vivenciar estes momentos. Senti-me completa.

17/12/2013

Não há duas sem três

O meu piolho está doente. E não lhe bastava apenas uma coisinha, ou duas.... não! Arranjou logo 3 para que a cousa ficasse bem composta.
Começou com uma diarreia.  Nada muito dramático uma vez que não era constante e muito menos liquida5.
Nos entretantos apareceram umas borbulhas no corpo todo.... uma ponta de febre no sábado à noite.... uma noite mal dormida com um berreiro!
Depois apareceram mais umas quantas borbulhinhas na cara, e estava com o aspecto de um febrão..
Fui à pediatra ontem, e então temos:
Diarreia
2 otites ( que com a constipação que tinha deu sireito também a um boxadinho de pieira)
5° doença,  ou a doença da cara esbofeteada ou mais comummente, parvo vírus....
Esta última contagiosa.... nada de muito crítico porque até não afecta muito, mas acho que se torna incomodativa.....
E pronto.... hoje estou de choco com ele, mas amanhã a minha mãe já fica com ele... :(
É nestes momentos em que fico mais depressiva com a oouca falta de apoio que pidemos dar aos nossos bebés. ?. Porque não temosa vida facilitada en relação ao trabalho....
Mas ao menos que ele fique descansadinho e despachadinho até ao batizado!

14/12/2013

A viver a época natalícia

E definitivamente da melhor maneira!!!!
O meu Afonso começa a andar! :D Ainda não faz "caminhadas" mas já lá vai dando os seus passinhos, desengonçado como tudo mas adorável! Há melhor prenda que esta? ♡
Hoje fomos ao seu primeiro circo. E ele portou-se muito bem! O que lhe chamou mesmo à atenção foi os números com os bichos e entre colo e chão, o rapaz foi 5*!
Este ano , o natal está a tornar-se de facto o melhor!

12/12/2013

Cá por casa já há Natal

Ontem conseguimos montar finalmente a árvore de natal.
Não tenho muita decoração de natal, tenho o que acho essencial.
Lutámos para que o piolho colocasse a estrela, mas ou a atirava ao chão,  ou entretia-se a brincar com as bolas!
O que é certo é que este natal vai ser vivido de forma diferente e apesar de eu já não achar que tem a mesma magia, vou fazer com que o meu filho sinta o que sempre senti - amor, magia, carinho, felicidade - algomais especial.
Bom Natal minhas queridas!

09/12/2013

aguenta coração

Ando extremamente desaparecida e uma das grandes razões está explicada no post anterior.
O baptizado do meu piolho e o seu primeiro aniversário,  também me está a ocupar em grande.
E como o tempo passa rápido minha gente! O Afonso já tem 11 meses..... um ano que passou mais que a voar! E como eu estou a ficar doente com isto......
A nossa vida a partir de Janeiro vai dar uma grande volta e eu não sei se estou preparada.  Ainda nem recuperei duma já estou noutra!
Aguenta coração!!!!

23/11/2013

A um passo da felicidade

Pensei bastante antes de criar este post.
É algo que mexe bastante connosco mas que preciso de escrever.

Nunca cá escondi que o J. nunca lidou bem com a perda do pai (o que é mais do que compreensível) e isso infelizmente trouxe demasiada instabilidade emocional.
Instabilidade esta que não ficou só por ele como é óbvio,  não fôssemos nós um casal e não tivéssemos uma vida em comum.

Não tem sido por isso, desde outubro do ano passado, um ano muito fácil.

As discussões têm sido mais que muitas, as dificuldades também.  A vida a dois, a três, em família,  tem sido caótica.

Se me perguntarem como tenho aguentado,  eu só tenho a responder que há alturas em que eu nem sei como..... mas tenho um filho, que nos une aos dois, e claro, amo-o.
Pensei muitas vezes em "dar o fora", gritei muito, tenho chorado muito....

A instabilidade tornou-se minha também.

Muito me tem valido a minha mãe.  Tem sido uma ajuda imprescindível com o Afonso. Não sei o que faria sem ela.

Isto valeu-nos acompanhamento psicológico.  Primeiro ele e ando tão desgastada emocionalmente que a seguir vou eu.

Tudo porque ele precisa de recuperar,  nós precisamos de voltar ao caminho certo.

E aqui começa o nosso passo para a felicidade.
Vamos os dois tentar novamente, perceber-nos de novo, encontrar outra vez o caminho a doism a três.


17/11/2013

Parabéns a mim!

No dia 15 fiz 27 aninhos.
Este ano teve um gosto especial pois pude vivê-lo com o meu piolho.
E que bem que me soube!!!!
O piqueno foi só ao infantário tirar as fotos de natal, pois eu não queria que ele perdesse essa oportunidade e o resto do dia foi comigo.
O J. Também tirou o dia para estar comigo e foi um dia passado em família!
Tenho alguns desejos para este ano e espero sinceramente que sinceramente os consiga realizar. Se não for a todos que sejam pelo menos os que considero mais importantes.
Que venha mais um ano!

09/11/2013

Esperando por melhores dias

Não tenho grandes novidades para vos contar.

Cá por casa o menino continua um bocadinho doente.... aquela ranhoca teima em ficar, mas ao menos não há infeções em lado nenhum!

As coisas do batizado do Afonso andam de vento em popa! Tenho quase tudo feito e organizado! Mim feliz!

Contudo, continuo com coisas na minha cabecinha, coração, dia-a-dia, que não me estão a fazer andar a 100%.
Mas a vida não é cor de rosa certo?
Esta é uma das razões pelas quais não escrevo aqui mais vezes. Vocês são poucas mas boas, e não merecem que eu escreva para aqui os meus maus humores, tristezas, inseguranças, incertezas e afins....

Gosto muito de vocês e brevemente faço-vos um update sobre o batizado e 1º aniversário do menino que é a onda melhor que anda por aí!

04/11/2013

10 meses de Afonso

Ontem o piolhito fez 10 meses!

E que crescido está!

Gatinha muito, já se quer colocar em pé em todo o lado e muitas das vezes sem estar agarrado a alguma coisa, diz Mamã!!

Tem uma panca pelo caixote do lixo e vai-se lá perceber porquê e gosta da máquina de lavar roupa quando está a lavar.

Adora bolas e de vez em quando já se entretém com os brinquedos lá de casa.

Tem 4 dentinhos e estão a vir mais 4 de uma só vez!

O tempo passa muito rápido e está quase quase a fazer o 1º aniversário.....

Parabéns pelos teus 10 meses meu Amor! <3 p="">

22/10/2013

Por cá anda-se

Com uma dor de cabeça desde ontem ao final do dia que me deixa vesga!
Até acordei a meio da noite com a dita.... que desespero....

O meu piolho foi à pediatra, muitos parabéns porque é um menino muito crescido e lindo e depois ficou com uma diarreia que ninguém aguenta!
Pobre da criança que se está a esvair em água!

Não é portanto um quadro animador...

As melhoras a nós!

20/10/2013

Dicas urgentes precisam-se!

Eu roía muito as unhas...

Eu coloquei unhas de gel e resultou durante uns tempos....

Eu passei a conseguir roer o gel....

Eu aboli as unhas de gel....

Eu agora roo as unhas como se não houvesse amanhã....

Estão uma miséria como devem calcular!

Por isso preciso de dicas urgentes para as remediar... voltar a ter umas unhas de jeito!

HHHHEEEEELLLLLPPPPPPP

14/10/2013

A planear o batizado do Afonso #6

Temos tudo encaminhado!
Conseguimos resolver as coisas bem rápido no espaço de um mês.

Agora ando às voltas com as lembranças e como hei-de marcar as mesas....

Para lembrar as mesas já me lembrei de ser uma por cada mês do Afonso até ao 12º mês... mas e se não são 12 mesas????

Tenho que ter algo diferente, com o qual não tenha esta questão!

As lembranças, lembrei-me de dezenas, mas acho-as mais apropriadas para uma 1ª comunhão, por exemplo...

Alguém tem sugestões, uma luz para mim???

13/10/2013

Depois da 1ª grande queda

Sobrou um negrão e um grande galo.

No infantário colocaram um gelizito com arnica e aquilo ficou bom.

O meu amor tem a testa quase como nova! ainda tem um bocadinho de negro e um galito, mas jáestá quase fino.

Não ficou com medo da cadeira, o que é muito bom.

Continua a aventurar-se, o que de certa forma de me faz ficar descansada.

Eu cá me continuo a sentir culpada de não o ter tirado da cadeira, mas muito aliviada por ele  estar bem.

09/10/2013

A sentir-me uma má, má mãe

O meu piolho ontem deu a sua primeira grande queda!

Dei-lhe o jantar e fui levar os pratos dele à cozinha.
Ele ficou na cadeira de refeições.

A cadeira não tem os cintos todos. Já foi dos meus sobrinhos e é uma cadeira muito boa, que dá para um bom tempo. Infelizmente não tem o cinto de prender completo.

Nos entretantos, o rapaz deve-se ter colocado em pé e enquanto eu comentava com o J. que ele ia caindo da cama enquanto fui à varanda, ouvi um barulho seco, seguido de uns breves segundos de silêncio e depois um choro enorme!

Quando cheguei perto do Afonso, já ele se estava a sentar, vermelhão como tudo e literalmente com uma testa nova...

Liguei logo à pediatra que me indicou quais os sinais aos quais deveria de ter atenção.

Ele depois de calmo manteve-se sempre bem disposto e hoje idem.

Mas ninguém me tira da cabeça aquele som e do choro do meu mais que tudo.

Se não o tivesse deixado na cadeira, ele não tinha caído.
Se não tivesse facilitado, do género "ele não se aventura tanto", ele não teria aquela negra na testa...

E por isso estou a sentir-me a pior mãe à face da terra por não o ter protegido disto. Por não ter evitado.

Sei que não o poderei proteger de tudo e que muita coisa poderá acontecer, mas isto custa muito.... ainda tenho os nervos em franja!

08/10/2013

A procurar a minha fé

No passado sábado fomos à missa do 1º ano de falecimento do meu sogro.

Apesar de por um motivo pesaroso, gostei muito do sermão do padre. Talvez até porque me disse muito e vai de encontro ao que sinto neste momento.

O padre (de uma maneira mais simples) falou de que às vezes temos que bater no fundo para encontrar o nosso caminho, para encontrar as coisas em que acreditamos, para encontrar a nossa fé.

E sinto-me assim: no fundo. E sai da missa a gostar de acreditar que poderei encontrar de novo o meu caminho, de que poderei entender no que acredito, no significado de muitas coisas que de momento me parecem fora de mão.

Assim vou continuar. Gosto de ter esperança. Gosto de acreditar.

05/10/2013

A planear o batizado do Afonso #5

Apesar de tudo, apesar de não andar nos meus melhores dias, as coisas com o batizado do Afonso estão a ir de vento em popa.

Consegui tratar das Igrejas num ápice, apesar de ter que ter pecado para convencer o padre em relação ao Padrinho da criança.

Já temos sítio para a grande festa, lista de convidados, convites praticamente prontos...

Falta decidir-me de vez o que quero para as lembranças e como poderei marcar as mesas!

Aceitam-se ideias!

03/10/2013

Carta a você

1 ano depois e parece que ainda é mentira....
Um ano depois e ainda não me habituei à sua falta.
Vivo este dia como se ele estivesse a acontecer repetidamente... parece que é um filme guardado na minha cabeça.
A marca deixada pela notícia que custou a ser dada por estar grávida, o saber dos pormenores daquela fatídica tarde, é demasiado profunda.
E às vezes custa-me tanto relembrar-me do seu riso, da sua boa disposição, da sua cara... parece que o bloqueio na minha cabeça.
Sinto que não fiz o luto... que não fechei o capítulo....
Estava tão perto de dar à luz a luz dos seus olhos, que me servi disso para passar os dias em frente... depois seguiram-se os meses de licença em que o bebé felizmente ocupou tudo de mim. Fiz-me de forte mesmo quando não deveria... muito para ajudar o J. que ainda hoje não sabe lidar com a sua ausência...
Tudo isto fez com que não me mentalizasse que já não está aqui.... pelo menos presencialmente.
As perguntas que nunca irão ser respondidas também pairam sobre mim... claro que gostaria de saber o porquê: o porque de ter sido quando foi, tão novo, perto de conhecer o neto que tanto desejou e que tanto já amava e o porquê de ter sido de uma forma tão brusca.
Ah! com sinto a sua falta....
A nossa vida nunca mais foi a mesma.... a minha vida nunca mais foi minha.... falta cá você para por ordem no "poleiro".
Quero-o tanto de volta....
Só me arrependo de nunca ter demonstrado mais o quanto gostava de si, ou melhor, de o não ter percebido antes de o perder...
Agora resta apenas lembrá-lo na sua melhor forma, resta apenas tentar viver como você gostava de viver...
Mas ao fim deste ano ainda não acredito... simplesmente não acredito....

9 meses de ti

Fazes hoje 9 meses.
Apesar de todas as tristezas que este dia tem marcado, não posso deixar de olhar para ti e sentir que és o melhor que na minha vida me aconteceu.
Já gatinhas e passas a vida às cabeçadas, a querer mexer em tudo o que podes e o que não podes!
É com cada galo meu filho!!!!!
Adoro os teus dois ratinhos e as tuas gargalhadas.
É tão bom ver que és um bebé feliz!
Comes muito bem. É raro o dia em que te tenha que entreter para tu comeres. Abres logo a boca e até agora não há nada que não gostes. Até gostas de iogurte e de dióspiros!!!!
Não és um bebé gordo e a sra. dra. diz que não hás-de ser pois és muito energético (ela que meta energia nisso!).
És sabichão e já tens as manhas com a Mamã e com o Papá! À noite quando estamos contigo só fazes asneiras para chamar à atenção e só tens adormecido no meu colo.
Ah! O dormir no meu colo...... nem sabes o bem que me faz nesta fase em que me culpo por não sair à hora que devo do trabalho. Amo ver-te dormir!
Amo o teu cheiro, a tua maneira de chuchar nos dedos quando não tens a chucha, do teu dadadada,.... como eu te Amo...!
Até ao infinito meu Amor!

27/09/2013

Ando triste

Infelizmente este tem sido o sentimento abundante da minha vida, do meu coração.

Tem muitos factores e quase todos vão ter de encontro ao que se tornou a minha vida, o meu filho.

Não, ele não é o problema. Coitadinho dele!

Mas, vou colocando por cá os pontos:

- o trabalho... este já teve melhores dias e após as férias infelizmente apercebi-me de certas situações que obviamente não tive conhecimento na licença. O imobiliário, como todos sabem, já teve melhores dias e por isso o meu trabalho que sobrevivia da infelicidade dos outros, aos poucos tem-se perdido. A banca não consegue vender, a equipa comercial está a marimbar-se e este fim de semana será o último do ano.
Mas, nem tudo é mau... os leilões de equipamento, apesar de fora do país, estão a "bombar". Graças a isto, tenho aprendido um novo trabalho.
Só que o diminuir de um lado e o aumentar do outro, têm feito com que eu não tenha conseguido gozar em pleno as horas de amamentação que tenho direito...

- E sofro por isso, e muito....
A minha mãe vai buscar o menino e trata dele até eu chegar, mas e o tempo que é dele???? Perco-o num escritório, fechada...
Tenho andado demasiada cansada e muitas vezes perco a paciência... porque não está quieto para trocar a fralda, porque não deixa que lhe faça o que quer que seja, só porque sim... e ralho-lhe apesar de saber que ele não entende...e sinto-me horrível....
Sinto-me a pior mãe do mundo.... e só quero tentar recuperar....
desde que isto aconteceu que tenho necessidade de o adormecer ao meu colo e ele acaba por também fazer birra para ficar na cama e eu nem luto contra ele....

- eu mesma.... exijo demasiado de mim, em tudo, e se não atinjo acabo por me magoar a mim mesma e aos que me rodeiam.. alguns problemas com o J. também advêm daí...

- o resto... o resto sinceramente apesar de me fazer bem, não me apetece falar...

Às vezes acho que estou no fundo de um poço.. a última vez que assim fiquei entrei um pouco em depressão e descobri como perigosas podem ser as crises de ansiedade...

Não sou boa nem para mim, nem para os outros... e Às vezes acho que o Afonso merecia uma melhor mãe...

E por isso também não tenho escrito muito por aqui... falta de tempo e de vontade... vocês, mesmo que poucos, mas bons claro, não merecem ler tristezas e textos depreciativos...

Ando por cá sim... venho espreitar muitas de vós, mas não sinto que esteja no meu melhor para escrever.... talvez quando haja mais desenvolvimentos sobre o batizado ou assim...

Vou tentar ganhar ânimo e fazer melhor... esperam por mim?

23/09/2013

Em frente é que é caminho

O batizado do Afonso está a ser tratado! Vai de vento em popa!
Só falta mesmo conseguir marcar a Igreja (temos tido alguma dificuldade) e decidir (finalmente) o sítio.

A organização... bem essa não é nada daquilo que tinha imaginado, mas lá vou conseguindo...

O meu aparelho dentário não é este ano que o tiro... =(

A minha vida... não é o que eu mais queria e desejava, mas estou a tentar deixar fluir... mas é difícil!

Mas, pronto, não vale a pena chorar sobre leite derramado e se temos que fazer diferente, não vale a pena olhar para trás!

16/09/2013

Não, não morri nem desapareci

Apenas tenho andado a modos que a tentar chegar lá.
Tenho tentado a minha organização, que sinceramente se tivesse mais alguma colaboração ali do sr. J., a coisa ia muito melhor!!!!

Infelizmente em sido também umas semanas com demasiado trabalho e demasiadas emoções juntas....

Estou a tentar chegar que nem polvo a todo o lado mas não estou a ser propriamente muito feliz.

Mas como eu quero ser mais e melhor (nem que seja para mim mesma), a esperança continua!

Tenho algumas novidades, mas quando tiver mais qualquer coisa finco aqui!!!

04/09/2013

A organização que se vai tentar fazer por estes lados

Já por cá tenho umas ideias, algumas já em prática, para tentar me organizar de forma a tornar o meu dia-a-dia menos caótico, menos stressante para mim, que me ajude a andar menos ansiosa e cansada.

Comecei por fazer a lista do que tenho no congelador para organizar os menus. Apenas fui comprar o que me faltava.

Já tenho um rolo de carne feito que me dá para um acompanhamento de uma sopa num jantar e para um dia para as marmitas do almoço.

se tiver que descongelar comida, quero deixar a fazê-lo logo antes de sair, para que quando chegar já tenho uma parte orientada e não ter que descongelar as coisas à pressão no microondas.

Como sabem, tenho uma empregada doméstica. Não vem todas as semanas, faz semana sim, semana não, porque preciso de ajuda com a roupa e não nado em dinheiro e o que ela me pedia para fazer este trabalho todas as semanas era assombroso!!!! Isto ajuda-me imenso, mas nas semanas em que ela não vem, já tenho uma ideia de como fazer - dar um jeito nos wc's logo na sexta anterior a essa ou mesmo logo no sábado de manhã; ir passando a roupa à medida que a vou lavando durante essa semana ou então escolher um dia a meio que me dê para passar o máximo possível; passar um pano de pó nem que seja por onde a "procissão passa".
A questão é que para isto tenho que ter uma ajuda mais activa por parte do J. e não sei se vai correr bem.

Quero sair de casa todos os dias com as camas feitas e a casa mais ou menos organizada, para não chegar e não me descabelar porque tenho tudo fora de sítio.

Tenho que me organizar também em relação ao Afonso. A sopa dele tem que ficar a descongelar logo desde manhã. Assim que chegar a casa, dou-lhe logo banho e enquanto eu ou o J. o vestimos, o outro tem que ir adiantando o jantar do menino. Triturar a fruta e aquecer a sopinha.

Enquanto o Afonso janta, o outro tem que adiantar o jantar e o almoço do outro dia. Normalmente cá por casa, o jantar é sopa com mais qualquer coisa. Ou do que se leva para o outro dia para o almoço ou qualquer coisita para aconchegar. Se conseguirmos, arrumar os 2 a cozinha para ser mais rápido.

A teórica está cá.... será que consigo por em prática?

03/09/2013

A Bimby #4

Às vezes dá-me uns acessos de loira (sem ofensa a nenhuma claro!) e até me passa ao lado que tenho uma Bimby na bancada da cozinha!

Na semana que passou, precisei de fazer 2 tipos de sopa para o pequeno e só pensava que tinha que ter dois tachos no fogão, mais a nossa comida e não me estava a apetecer nada.....

Até que olhei para o lado e vi a minha "amiga"!!!! E pensei: "que burra que estás a ser!!! ali fazes as sopas do miúdo com uma perna atrás das costas!!"

E assim foi: no copo meti uma sopa, na varoma meti outra com a carne separada dos legumes em pequenos papelotes (não fechados completamente). Depois foi só triturar uma de cada vez.

Enquanto cozi duas sopas, tratei de outras coisas da casa!

02/09/2013

O que irá acontecer por estes meses

Tudo irá se prender com o batizado do Afonso.

Já deveria de andar de volta disto há muito tempo, mas como tive umas questões a resolver que poriam em causa o batizado, tudo se foi arrastando pelo tempo....

Agora, tenho que andar a correr!!!!

Preciso de arranjar confirmação do sítio e dos convites para ontem!!!
O sítio tem que ser decidido o mais rápidamente possível, mas estou à espera de umas respostas, para tentar perceber qual deles o melhor.
Os convites.... esses estão a dar-me uma dor de cabeça daquelas!!! Não estou a conseguir fazê-los como idealizei e está-me a entrar nos nervos....

Preciso de perceber o que vou fazer para lembrança de batizado....

Tenho que deixar de roer as unhas e deixá-las crescer..... tirei as unhas de gel, porque tinha intenções a partir deste mês que muito provavelmente não irei em frente. Mas, também não tenho vontade de as voltar a fazer, logo tenho que esquecer que tenho unhas e ver o que consigo fazer delas até Janeiro.

Tenho que fechar a boca. Não que esteja gorda, que não estou, mas tenho que perder um bocadinho de volume na barrigota. Sempre tive barriga, mas como abusei nestas férias, tenho que entrar na linha.

Tenho que arrumar de vez o quarto do Afonso. Como tenho feito tudo sozinha no quarto, ainda não consegui acabar.

E vou andar entretida estes 4 meses....

30/08/2013

Bola para a frente

Apesar de não me sentir no meu melhor em vários aspetos da minha vida, os dias não deixam de passar e a volta ao trabalho está aí à porta.

Não tenho vontade nenhuma e apesar de gostar imenso do que faço, não estou com ânimo, paciência nem com nada para voltar às rotinas. Ou melhor, para ganhar "A" rotina.

Estou a imaginar a minha vida como nestes 3 meses antes de entrar de férias e fico literalmente depressiva....

Ando à procura de novas formas de viver comigo e com a família que tenho, co o meu trabalho.

Vi um livro, na página da Rita e acabei por comprar por me parecer interessante. Espero vir a dar-me umas luzes.

Mas como temos que viver a vida, seja boa, má ou assim assim, seja com os prós e contras, é preciso é bola para a frente.

27/08/2013

Rescaldo das férias

Por aqui gozasse os últimos cartuchos das férias.
Dia 03 voltamos à rotina habitual.

Se foram boas? Infelizmente não posso dizer que foram as melhores férias da minha vida.
As primeiras férias do meu piolho foram marcadas por certos acontecimentos um tanto ou quanto tristes (nenhuma morte pelo menos), não nos deixando aproveitar ao máximo e dizer que foram AS férias.

Uma coisa eu e o J. aprendemos: para o ano as férias serão só nossas, apesar de não nos podermos desleixar de todo de uma parte da nossa família.

Além de serem as primeiras do Afonso, deveriam de ser os dias em que eu poria muita coisa da minha vida, da minha cabeça e do meu coração em ordem e infelizmente acho que só ficou pior. Mas isto são outras núpcias.

Apesar do mau, claro que há as partes boas. E fiz algumas coisas em que deixei sinceramente o coração falar mais alto que a razão e aproveitei muita coisa do meu piolho.
Foi mais que maravilhoso estar novamente 24 sobre 24 com ele e graças a isso pude ver a excelente reacção dele à areia da praia, à piscina (vê-lo a dar às perninhas para nadar é o máximo!) e os primeiros passinhos a gatinhar do Afonso, de ele se querer por em pé agarrado a tudo.

É um orgulho ser Mãe.
Agora vou aproveitar os últimos dias ao máximo, pois é já para a semana!

09/08/2013

Hoje vamos de férias

E nunca pensei que passar pela experiência das coisas que se têm que arranjar fosse tão divertida e tão de deixar os cabelos em pé.

Sim, sei que sou um tanto ou quanto exagerada com a roupa, mas mesmo tendo a possibilidade de a ir lavando, acho sempre que vai acontecer alguma desgraça e vou precisar de mais!

Este ano, de facto, não foi diferente.

A minha mala, que sempre pensei que fosse a mais pequena, acabou por ser a maior. E vai cheia.

A do Afonso, tem de tudo um pouco e vai mesmo a abarrotar. É que depois pus-me a olhar para a roupinha de verão e pensei "ele está aqui, está a deixar passar o tempo de usar isto! vou levar nem que seja quando sairmos para alguma lado, vestir pelo menos uma vez!". E assim, a mala encheu!

Depois os necessaires. Porque pode acontecer alguma coisa e vou precisar disto ou daquilo....

And so on....

Mais as coisas que não vou de certo deixar para trás, porque não vou comprar de propósito para 2 semanas fora.
Mais a cadeira de refeições (a de prender na mesa), mais os brinquedos....

Portanto vamos a abarrotar!!! =D

Mas vai valer a pena. Voltar aos momentos em que mimava o meu amor de dia e de noite.

Férias aqui vamos nós!

03/08/2013

7 meses de pura felicidade

7 meses se passaram e cada vez me parece mais longe o dia em que te vi pela 1ª vez.

Já estás muito crescido.

Queres começar a gatinhar. Por enquanto ainda te arrastas à tropa, mas já gostas de te colocar na posição correcta e balançares-te.

Gostas imenso de tomar banho. Parece que vamos ter sorte na praia (que ainda não conseguimos experimentar porque tens estado sempre doente)!

Adoro o teu sorriso e a tua gargalhada.

Reconheces a chucha, o biberão e quando estás para aí virado abres a boca assim que vês a colher!

Comes de tudo. Poucas são as coisas que te tenha experimentado e que não tenhas gostado.

Adoras os teus primos mais velhos. Basta vê-los que te desatas logo a rir.

Já dormes sozinho no teu quarto, que está praticamente como a mamã o tinha idealizado.

A tua presença já é imprescindível na minha vida. Neste momento, já não me imagino sem ti. E nos dias em que venho mais triste ver-te, e ver-te sorrir, acalma-me logo o coração.

7 meses... quem me dera que o tempo passasse mais devagar!

Amo-te meu bem

imagem retirada da internet

01/08/2013

E já temos dentinhos a arranhar

Por cá, já se vive a emoção dos primeiros dentinhos.

E como ele é um crescido, estão a nascer-lhe logo os dois de baixo ao mesmo tempo.

Já arranham, daqui a nada temos dois ratinhos a espreitar!

Como está a ficar crescido o meu bem! <3 p="">

31/07/2013

Necessita-se de férias Urgente

Por cá, os sentimentalismos continuam.

Por vezes sinto-me mesmo esgotada com estas coisas.

Sei que melhores dias virão e por isso aguardo ansiosamente as férias.

Espero que estas me ajudem a colocar a cabeça e o coração no lugar.

29/07/2013

Sentimentalismos

Este fim de semana deu para isto hoje....

Estou muito sentimentalista!

Ontem, após o meu querido Afonso adormecer ao meu colo, vieram-me as lágrimas aos olhos e arrependi-me de tanta coisa que optei por não fazer por achar que estaria a fazer o melhor.

Sim, na altura achei que era a opção correcta, mas ao mesmo tempo, pensei "Mary ainda te vais arrepender de deixar escapar estes momentos..."

O que é certo é que o meu piolho cresce demasiado rápido e há coisas que eu não aproveitei como devia...

E agora só me apetece é chorar baba e ranho, mas não adianta chorar sobre leite derramado.....
O que posso fazer?
Talvez recuperar certas coisas..... talvez ainda vá lá....

28/07/2013

Foi uma semana de loucos!!!

Esta semana que passou, foi literalmente uma semana de loucos.
Aliás, as 2 últimas....

Valha-me a ajuda da minha mãe com o Afonso enquanto eu não chego. Simplesmente adianto trabalho com ele ali!!!

Mas, como o tempo tem que chegar para tudo, dá sempre para dar muitos miminhos ao meu pequeno.

Ele, por sua vez está um crescido.

Fomos à pediatra na quinta e o rapaz está 5*!!

As febres que teve foram derivadas a algo que nunca vamos perceber.
Tirando isso, em menos de um mês, conta já com 6.955kg e 66cm, com uma energia que nunca mais acaba que tivemos que ser 3 a segurá-lo para que a Dra. pudesse medi-lo e auscultá-lo!
Ela considera que ele há-de gatinhar nos entretantos e que os primeiros dentinhos não hão-de passar agora de Agosto.
Como está crescido o meu Filhote!!!!

Eu ando cansada, mas finalmente a encontrar o meu ponto de equilíbrio.

Preciso realmente de férias porque estes meses, o cansaço emocional tem contada muito mais que o físico e deixou-me de rastos. Mas essas estão aí à porta!!!

Este fim de semana, vim matar saudades da minha avó e mostrar-lhe como está crescido o 6º bisneto.
Claro que acabo sempre por ir ao cemitério e ver (que não tem nada para ver) a campa do meu avó. e hoje só me pude lembrar em como ele não pôde estar presente em dois momentos tão importantes na minha vida! Mas a vida é assim, por mais injusta que pareça.

E com isto tudo, o fim de semana já está praticamente no fim.... é aproveitar os últimos cartuchos!

Resto de bom domingo meninas!!!!

23/07/2013

Este fim de semana

Tivemos também direito a um momento nosso.

A minha semana de trabalho foi deveras difícil. Foi daquelas em que parece que trabalhamos um mês em meia dúzia de dias, sabem com são????

Andava extremamente cansada... arrastava-me literalmente!

Pedi à minha mãe que ficasse com o Afonso na sexta para eu poder dormir mais descansada!

E assim foi. Na sexta, eu e o J. aproveitámos e fomos jantar. Ainda tive coragem de dar um pulinho muito rápido ao Casino de Lisboa. Mas quando cheguei e me deitei.... dormi como se não houvesse amanhã.

Dormimos os dois até ao 12h, sem interrupções, como já há 6 meses não nos era possível.
Amo o meu filho, mas este descanso soube-me pela vida!

Ainda aproveitámos o facto de ele estar com a avó e mimá-mo-nos mais um pouco, como casal.

Foi muito bom. Sem dúvida que vamos repetir.

22/07/2013

E como pus mãos à obra

Ontem foi dia de por o bebé a dormir no quartinho dele!!!

Só falta por os brinquedinhos em ordem, nas caixinhas, tirar o supérfluo que ainda não consegui por acondicionado devidamente para arrumar na arrecadação e o tapete (ainda não me decidi!!!).

Mas já tem o ar de quartinho de bebé que tanto eu queria.

Aproveitei e dei um jeito ao meu quarto também. Já é de novo o nosso quarto, só que agora acho o quarto vazio sem a camita do meu Afonso.

A sala também levou uma volta e também já está a ganhar ar de sala de novo.

Lavei quase toda a roupa que tinha para lavar. Só faltam uns turcos e toalhas de cozinha!!!

O que é preciso é força de vontade. A partir daqui tudo se faz. E eu vou conseguir!

21/07/2013

Custa tanto sentir-mo-nos impotentes

É como me sinto agora!

O meu pequeno está doente. Em princípio será dentes. Parece-me ver ali a manchinha de dois.
Só sei que tem tido febres horríveis e tem feito com cada birra....

Já não sabemos o que lhe havemos de fazer.

Amanhã ligo sem falta à médica. Para ver se não será mais nada que nós não estaremos a ver/perceber.

E como não percebo, sinto-me impotente!!!

16/07/2013

Alguém me explica

Como fazer com o piolhito que teima em dormir todo torto, de barriga para baixa, de pernas de fora das grades da camita e acorda sempre gelado??????

É que se ele dorme bem, eu também durmo e não dou conta de ele estar destapado e frio!

Alguém conseguiu resolver essa questão?????

15/07/2013

E porque nem todos os dias são fáceis

Dou por mim a pensar nos "ses" da minha vida: e se tivesse feito diferente, e se tivesse esperado mais tempo para fazer isto e aquilo, e se..., e se..., e se...

Mas a nossa vida não é feita de "ses"...

E quando esta complica, por um ou outro momento menos bom, eu considero importante relembrar os pontos que nos fizeram dar certos e determinados passos, fazer uma ou outra escolha. É nestes pensamentos e momentos em que me agarro muitas vezes para viver o dia de amanhã, para tentar por para as costas o que me fez mal. 

Infelizmente nem sempre é fácil. Nem sempre é possível. E depois com o meu feitiozinho da treta em que me lembro de tudo como se fosse ontem e sinto como se fosse ontem, a tarefa torna-se muito mais complicada. 

Mas como em tudo, acredito que melhores dias virão. Acredito no lado bom da vida, nos bons momentos e na estabilidade. 

E assim vou por mais um dia.

11/07/2013

A organizar-me

Pois é, chegou a altura de levantar os braços e passar à acção!

Preciso mesmo deste ponto de viragem como já perceberam, até para que possa começar a sentir-me bem de novo comigo e com a minha vida no geral. 

Comecei pela cozinha!
Talvez não seja o sítio da casa mais lógico ou que me fizesse sentir melhor, mas olhem, naquela noite deu-me para aquilo!!!!
Voltei a ter a minha cozinha como já há muito tempo não tinha. Tudo no sítio e organizado. 
Só tenho que perceber como guardar os livros e revistas das receitas e conseguir fazer perceber à senhora da limpeza que o armário dos tupperwares é para deixar conforme eu o deixei!!!!

O J. vai colaborar e vamos fazer de tudo para deixar aquele espaço assim.

O próximo sem dúvida que será o quarto do Afonso. Ele vai passar a dormir no seu quartinho e eu vou aproveitar a deixa para acabar de o decorar e colocar as coisas que agora começam a ser precisas.
Por falar nisto, alguém sabe onde se compram aqueles tapetes tipo borracha, que faz um puzzle, que são óptimos para ele se andarem a esponjar pois até dão para lavar?????

Estou animada!!!

08/07/2013

A Bimby #3

Aqui está o post de ajuda para aproveitamento da bimby.
 
Caso seja como eu, adepta de ter uma sopita pronta para o jantar para 3/4 dias, tenho uma dica que aprendi no curso da Bimby.
No copo colocar apenas 500ml de água - sempre 1º que os legumes - e alguns dos legumes da base cortados em pedaços pequenos. Na varoma colocar o resto dos legumes da base no tabuleiro de baixo e no de cima o "conduto" da sopa, como uns espinafres/agriões/feijão verde/etc.
Se quisermos um bom creme de espinafres, p.ex., não é necessário separar.
Depois de cozidos, prepara-se a sopa do copo. Coloca-se à parte. Depois coloca-se mais água (preferencialmente quente) no copo, os legumes da varoma (tabuleiro de baixo) e volta-se a repetir o processo juntando-se ao preparado anterior.
Se se achar que a sopa está grossa, pode acrescentar-se mais água.
 
Caso não queiramos fazer sopa para mais dias, podemos utilizar a Bimby e fazê-la normalmente como no livro base. Eu sigo as indicações de cozedura do caldo verde p.ex.
 
 
Desta forma, podemos utilizar a varoma e utilizar o tempo de cozedura para fazer uma pré-cozedura numa refeição como p.ex.: batatas com peixe a vapor;  lulas com batatas, camarão e molho de manteiga e alho;
 
 
 
Se alguém quiser as receitas (a querida Nicole deu-as) diga que eu faço outro post.

05/07/2013

Definitivamente

Tenho que arranjar uma solução para mim.

Ando mesmo muito cansada e infelizmente está a começar a refletir-se no meu trabalho.

Estou a pensar em formas de me começar a organizar.

Estou a tentar decidir por onde começar...

Ver a ponta no meio do novelo em que me sinto!

Mas, este fim de semana não vai ser muito proveitoso para isso, pois para não variar já tenho umas quinhentas mil coisas combinadas para amanhã e no domingo trabalho!!!

Wish me luck!

04/07/2013

A Bimby #2

Se bem se recordam postei há pouco tempo um pedido de ajuda pela dita da máquina.

A querida Nicole chegou-se à frente cheia de boa vontade e disponibilizou-se a dar-me algumas luzes.

Por isso, estou a preparar um post sobre estas mesmas dicas, para ajudar outra (s) menina (s) que, como eu, se sintam ainda meio perdidas com aquele bicho (para já) de 7 cabeças!

Ontem por exemplo, experimentei fazer uma modalidade de legumes salteados, meti os pés pelas mãos e as mãos pelos pés e voilá, um género de um puré! Parecido!

A tentar resolver

O post dos 6 meses do meu piolho, deveria de ter sido publicado ontem.
Mas, tenho tido uns problemas com as publicações aqui no blogger, há pelo menos dois dias.

Parece que já consigo, contudo vou ver aqui uma solução que me deram, para tentar evitar de novo estes problemas.


6 meses de ti

Como é possível???!!! Meio ano se passou desde o 1º dia em que te vi!
O tempo tem voado e agora que trabalho e não estou 24 sobre 24 contigo parece que passa ainda mais depressa. 

É tão bom ver-te crescer e desenvolver mas ao mesmo tempo, queria que parássemos no tempo. 

Está grande. Medes 65,5cm e pesas 6.605kg. 
Gostas de sopa. Principalmente com carninha. 
Já temos autorização a fazer umas sopas mais diferenciadas, com mais legumes e a comer mais tipos de carne.
Já podes comer mais tipos de frutinha também.

Descobris-te como rebolar e não queres outra coisa assim que te apanhas a jeito! Mas a mamã já te explicou que não é só aprender a virar de barriga para baixo. Ao contrário também é importante!!!!
Chateias-te quando não o consegues fazer e desesperado, mordes o teu tapete (ou mesmo qualquer sítio do chão onde estejas), abafas o nariz e choras!
És um perigo! ;)

Esta tornou-se também a tua maneira favorita de dormir. 
Nestas duas semanas, percebi que não dormes decentemente se não achares esta tua posição.
Para dormir pareces a mãe: cabeça para um lado, corpo para outro e as pernas para outro! Corres a cama toda numa só noite!

Parece que não te livras da constipação que te "assombra" há uma semana. A Sô Dra diz que ainda és muito pequenino para podermos despistar se é mesmo na realidade uma alergia. 

Ainda não tens dentinhos. Mas também não deve faltar muito. 

Sinto que não te estou a aproveitar ao máximo, mas não te esqueças que a Mamã te ama muito.

Parabéns meu Amor por este meio ano de vida!

01/07/2013

Sempre a mil

Ando literalmente sempre a mil. 
Tenho sempre "n" coisas para fazer e para mim o dia devia de ter mais um bom par de horas. Parece que as que horas úteis realmente não chegam. 

Mas vá, vamos por partes:

O Afonso vai hoje à consulta de rotina e vou insistir com a médica em relação a isto do rapaz. O miúdo de volta e coça o nariz e os olhos cá com uma fúria!!! Para não falar que ao fim de uma semana com aerosol, o canuquinha ainda não está a 100%. O congestionamento do nariz já não é tanto, é verdade mas, durante a noite (e apesar de muitas noites eu aspirá-lo durante o soninho) engole muita ranhoca e a tosse começa a ficar feiota. 
Mas pronto, deste resolve-se hoje!

Agora a mamã é que não anda nada bem. 
Ando desanimada, sinto-me esgotada, custa-me horrores fazer o que quer que seja, ando farta da vida e do mundo. 
Começa pelo trabalho. Gosto do que faço. Gosto da equipa com que estou. Gosto da empresa em si. Mas, às vezes penso que o meu Afonsito não veio na altura certa. Quer dizer, se calhar se cá estivesse há mais tempo aconteceria o mesmo, mas nesta fase acho que me ressinto mais. Neste momento por cá estou literalmente a segurar as pontas, a fazer aquilo que os outros não querem ou não gostam de fazer. Isto desanima-me, pois antes de engravidar tinha acabado de ganhar as minhas asas, o meu trabalho fixo. Sinto-me literalmente como se acabasse de ter sido contratada. 
Apesar de ter vontade de me levantar para trabalhar (se não tivesse é que o caso estava mesmo negro!), não sinto aquela vontade e energia para o fazer. 

A minha rotina também me está a levar as energias embora. Como sabem não é fácil e o J. apesar de estar a fazer um esforço para me ajudar, não é a mesma coisa que ter uma outra pessoa, um pouco mais desenrascada para fazer as coisas comigo. Apesar de ele estar a fazer o esforço, sinto que ainda tenho o mundo às minhas costas. E sim, é nesta rotina que sinto que ando a mil. Desde o levantar ao deitar. Porque é tratar de mim, tratar do Afonso, acabar de orientar as coisas para sair de casa com o J., é o chegar e preparar a fruta, a sopa, o banho, dar-lhe de jantar, jantarmos nós, "aturar" as birras de sono, ..... 

Eu não estava à espera que fosse um mar de rosas. Nada nesta vida o é. Mas não estava à espera de simplesmente me sentir à afundar!

25/06/2013

O que será?

O meu piolho mais uma vez está congestionado!

E a partir de agora é assim que vou dizer, até ter a certeza que isto não é mesmo uma alergia ou qualquer coisa do género.
É que o rapaz fica sempre assim cada vez que o tempo muda para melhor....

Mas ontem, passei uma noite do caraças.... coitado do meu canuca!
Acordou às 2h da manhã a chorar compulsivamente e assim ficou cerca de 40 minutos... via-se que o menino estava incomodado e que lhe doía algo... mas o quê? Apalpei não sei quantos sítios mas como estava naquele pranto, não consegui perceber de onde vinha tanta choradeira.

Dei-lhe um ben-u-ron e aquilo fez o seu efeito. O pai lá o conseguiu acalmar e com o supositório a fazer o efeito desejado lá acalmou e dormiu!

Mas não posso dizer com certeza que serão dentes... ou otites... ou cólicas....

A pergunta paira no ar!

24/06/2013

A 1ª Vez

Este fim de semana foi a 1ª vez, em 5 meses, que passámos sem o nosso Afonso!

Deixei-o com a minha mãe e fomos festejar o aniversário da minha melhor Amiga.

Soube-nos muito bem, este espaço a dois, este tempo a dois, entre amigos, aproveitar o que muito não aproveitávamos. Mas, ao mesmo tempo, fez-nos falta o nosso reguila.

Vamos pensar quando repetir, pois este tempo também nos faz falta. Mas para a próxima só mesmo eu e ele!

21/06/2013

Aniversários

Hoje duas pessoas muito importantes para mim fazem anos.

A minha Mãe, mulher de armas, coragem, de um coração gigantesco e de vida.

A minha melhor Amiga, Mana do coração, que cresceu comigo e que me faz sentir que existem Amigos de Verdade.

A elas, um beijão do tamanho do mundo. A elas: PARABÉNS!

20/06/2013

A Bimby

Eu tenho uma bimby que a minha sogra nos quis oferecer.

Enquanto estive de licença de maternidade, usei-a mais do que hoje em dia uso.

Fiquei fã de várias coisas, como p.ex., os iogurtes, o molho béchamel e alguns doces.

Sinto que não a utilizo tanto quanto gostaria ou deveria. Hoje em dia quase que a uso, única e exclusivamente para a sopa do Afonso e para uma ou outra coisa para nós.

Não sei trabalhar devidamente com a dita porque lá está, o uso é pouco.

Mas sinto que esta poderia realmente ser uma aliada na minha organização diária, do meu dia-a-dia confuso!

Alguém tem uma bimby que a use para tudo e um par de botas que me dê dicas, troque impressões comigo, qualquer coisa?

18/06/2013

Por cá anda-se assim

O meu piolho deixou de mamar de vez. Não pega de jeito nenhum e irrita-se só de eu o tentar colocar na maminha! Desisti. Já fiz a minha parte. 

Que ando extremamente cansada, já não é novidade para ninguém que lê aqui o meu blog e que ando com imensas dificuldades na organização lá de casa. 
Por isso, eu e o J. acordámos que a senhora que lá faz a limpeza, fizesse mais umas horitas e me passa-se a ferro o mais "crítico" como as camisas, p.ex.

As coisas entre mim e o J. estão bem. Estamos cada um a fazer um esforço para que cheguemos a bom porto, tanto a 2 como a 3. Estamos a re-aprender a viver em conjunto. 

Mas, hoje tenho o coração pequenino. Não por mim, mas por uma amiga que me é muito querida. Para já não posso adiantar muito o assunto, porque também não tenho como o fazer, mas é algo que me deixou muito sensibilizada. Algo que me fez ter ainda mais a certeza que não vale a pena deixar para amanhã o que podemos fazer hoje, que não podemos adiar decisões e projectos de vida. Temos que definitivamente aproveitar as oportunidades para conseguir o que queremos e ser, acima de tudo, felizes. 

12/06/2013

Deixar de dar de mamar

Sou a favor da amamentação materna. 
Concordo que seja uma mais valia tanto para a criança como para a mãe. 
Concordo que seja mais fácil para tudo nos primeiros tempos, principalmente no sair de casa. 

Mas se me perguntarem se gostei, se me senti mais unida com o filho por causa disso, a minha resposta é muito simples e directa: Não. 

Para já porque apesar de prático pois não temos que andar com biberões e termos atrás, não gosto de estar limitada a certas roupas porque não são práticas para tirar a mama para fora (desculpem o termo mas não encontrei melhor). Depois porque não, não senti aquele elo maravilhoso que muitas mães dizem sentir.... a história do cruzar de olhar e "peca peca".... para mim, isso não me trouxe nada de diferente na minha relação com o filho. Ou se calhar até trouxe e eu é que não soube identificar!

Se calhar até sou eu que estou para aqui a ser uma bestazinha quadrada e acho que nada disto me foi bom em termos de relação mãe/filho. 

Bom, mas com isto tudo queria dizer que o meu pequeno há uns dois ou três dias que não pega na maminha. 
Bebe o biberão, pois o meu leite já não é o suficiente e depois não quer mama... se lhe der ao contrário, ele não vai pegar no biberão porque só quer mama (mesmo que não esteja a sugar). 

Vou aproveitar a deixa de ele andar nesta onda e vou tirar por completo a maminha. 

Irei arrepender-me? Se calhar sim? Só irei perceber a questão da coisa quando não poderei ter nunca mais esse momento só nosso? Provavelmente sim. 

Só o tempo o dirá!

11/06/2013

Rotina

Como me solicitaram, aqui vai:

A minha rotina, como já aqui referi, não é definitivamente das mais fáceis.

O meu dia começa às 5:45h da manhã (às vezes consigo arrastar mais um bocadinho na cama).
Despacho-me a mim, para começar a tratar do meu piolho no máximo até às 6:30h. Dar o biberão e de mamar, vesti-lo, pegar em tudo o que é preciso para sair de casa no máximo às 7:30h.
Vou deixá-lo ao infantário às 8:00h, para estar no meu trabalho meia hora depois, para o J. conseguir estar às 9:00 no dele.

Saio às 16:30h, mas só chego à minha mãe que já está com o Afonso perto das 18.... o J. se sair a horas chega ao pé de nós às 18:30 e estamos em casa por volta das 19... o que infelizmente neste mês não tem acontecido!

Ando sempre a correr porque é chegar a casa, tratar de novo do piolho e tratar de nós e das nossas coisas!
Quando acabo, já está na hora de dar banho e biberão ao menino, para me poder deitar a horas "decentes" para estar minimamente bem para o dia a seguir.

Tenho um montão de roupa para tratar... não me oriento com as refeições...

Estou a pensar em seriamente em gastar mais dinheiro, passar a utilizar nestes meses dois carros, para poder  sair, chegar uma hora mais cedo ao pé da minha mãe e ir directa para casa...
Arranjar as coisas decentemente para o dia a seguir e as coisas em casa..

Tenho tudo de pantanas...a começar por mim!
Estou estoirada!

Começo a pensar em arranjar coisas para congelar para ser mais fácil, inclusivé sopas....

Preciso mesmo de alternativas à correria do dia-a-dia.

05/06/2013

Peço desculpa

Por andar tão distante de vós, por não conseguir vir cá dar-vos a atenção que vocês merecem.

Amanhã faz exactamente um mês que iniciei a nossa nova rotina, que voltei ao trabalho e sinceramente um mês depois acho que passou um ano.

Não tenho conseguido de todo encontrar uma rotina "prazeirosa" para nós 3, para nós 2, para mim.
Hoje, sinto que passaram por mim, não um camião, mas um quinhentos mil.

Ando extremamente cansada, talvez muito provavelmente pelos horários que tenho que cumprir, sempre a correr de um lado para o outro.
Tenho mais pena que nem todos compreendam e reconheçam este meu esforço e cansaço diário.

Sinto muitas vezes que não consigo mais.

Sinto muitas vezes que não consigo ser a super mulher que me imaginava a ser.

E cada vez que olho para o meu dia a dia, só me dá vontade de chorar e voltar costas a tudo e a todos.

Mas, como gosto de ser positiva, sei que hei-de chegar lá. Nem que dure um mês ou dois.
Claro que algumas dicas são bem vindas.
Até para vos conseguir vir dar a atenção que tanto merecem.

Mais uma vez: Peço Desculpa.

04/06/2013

5 meses de Afonso

O meu pequeno fez ontem 5 meses que ilumina a minha vida!

Está tão crescido e desenvolvido!!!

Tem 64.5cm e mete o pé na boca como se não houvesse amanhã. Até a pediatra acha-lhe um piadão porque normalmente os bebés só fazem isto a partir dos 6 meses.

Palra até mais não.

Hoje em dia, pede muita atenção. Muito levado do facto de não estarmos com ele o dia todo.

Tem sido um processo de aprendizagem mútuo e estou a amar cada momento.

Amo-o cada vez mais. Amo ser Mãe.


24/05/2013

O nosso 1º susto

E tivemos o nosso 1º susto com o piolho!
 
Quarta feira ligam-me por volta das 16h a dizer que o pequeno estava com 39º de febre.
 
Rapidamente percebemos que inclusivé doia-lhe qualquer - um ouvido!
 
Como não melhorou com o ben uron e com a noite, ontem fomos à pediatra.
 
Apesar de tudo ele já estava a querer arribar e a ficar bem disposto. Até vir a febre de novo.
 
É uma constipação viral. Algo normal para quem está num infantário.
 
Otite não tinha, demos conta de tudo a tempo e a medicação que começámos a dar funcionou lindamente.
 
Fizemos pela 1ª vez aerosóis.
 
Valeu-nos a ajuda da minha mãe, tanto para ficar com o pequeno durante estes 2 dias como durante a noite. A pobre que trabalha tanto ou mais que eu, disponibilizou-se a tomar conta dele. Nós sormimos num quarto e ele no quarto dela. Acordou não sei quantas vezes durante 2 noites para tomar conta dele e para eu e para o pai podermos descansar.
 
Agora está aqui no tapete dele, a palrar como se não houvesse amanhã e a brincar com as coisinhas dele.
 
Valeu-nos o susto!

21/05/2013

Um bocadinho perdida

Este novo dia-a-dia que se instalou neste mês, está a deixar-me maluquinha.

Supostamente tenho a minha vida toda organizada mentalmente, mas quando chega à hora H, fico literalmente perdida.

Sei que tenho a grande ajuda de ter uma sra a fazer-me limpeza a casa, mas entre o tratar da roupa, do Afonso e das refeições, perco imenso tempo e acabo estoirada na cama, sem ter tido um bocadinho de tempo para e para o J.

Como o consigo? Não estou a conseguir colocar a minha organização em prática....

Socorro!

17/05/2013

O meu baby

Levou as vacinas dos 4 meses e as coisas não correram muito bem.

Não gostei da enfermeira e ele também não.

Ela não foi muito simpática a dar as vacinas e ele hoje queixava-se imenso das pernocas.

Febre não tem. Mas aquilo até está negro!


15/05/2013

Balanço

Esta primeira semana, não foi definitivamente fácil, como já aqui referi.

Apesar de tudo o Afonso está a adaptar-se muito bem ao infantário e está a correr tudo bem. O facto de saber que ele se adaptou, está a facilitar-me a vida.

Mas ando a mil... ando extremamente cansada...

Tenho que me orientar um bocadinho melhor para conseguir dar-vos a atenção que vocês merecem. Estão sempre no meu coração e pergunto-me muitas vezes como estarão as novidades de x ou y!

Vamos-nos vendo! beijinhos

07/05/2013

Isto não é nada fácil

Apesar de andarmos nesta nova rotina apenas à dois dias, eu já me sinto como se tivesse levado com um camião em cima.
A rotina que já tinha aqui mencionado, é muito difícil.
Vale-me que o pequeno até se está a adaptar bem e que come papa como se toda a vida comesse de colher.
Vou tentar cá vir contar as novidades.
Beijinhos

03/05/2013

Como o meu Afonso está crescido!

O meu piqueno faz hoje 4 mesinhos. 

Está tão crescido!!! Ontem fomos à pediatra e  pesa quase 6kg e mede 61cm!!! 

Interage imenso com as pessoas em geral, palra pelos cotovelos e já começa a brincar sozinho agarrando aos poucos os seus brinquedos!!!

Ontem comeu a sua 1.ª papa! E correu tão bem!! A pediatra disse para lhe darmos uma colher e chucha para ele engolir, mas depressa descobrimos que o Afonso mamava na colher, não sendo necessário a chucha! De 150ml de papa, ficaram umas pequenas colheres porque a papinha já estava fria e ele fazia caretas!

Neste momento, estamos a queimar os últimos cartuchos juntos. Esta segunda começa a nossa grande aventura!

02/05/2013

Hoje estou com o coração um pouco mais leve

Fui por o meu Afonso no berçário para darmos mais um passo na nossa habituação. 

Enquanto estive a falar com a educadora de infância para perceber mais umas quantas questões, a auxiliar colocou o meu menino numa espreguiçadeira, com uns brinquedos num tripé bem ao nível das mãozinhas. Quando o vi, o meu coração perdeu automaticamente uns 10 kg. O Afonso estava literalmente satisfeito da vida e brincava com os bonequinhos! E o quanto ele sorri!

É o mais pequeno da "turminha" e dá-me ainda mais alívio ver que a educadora é 5*** para ele!

Apesar de saber que segunda feira vai ser mais complicado porque não o vou ver 2h depois, vou ficar mais descansada ao ter percebido que o meu menino, o meu piolho, o meu príncipe irá estar bem acompanhado e   irá estar bem. 

30/04/2013

Nos preparativos

Como já disse no post anterior, esta é a minha última semana de licença. Por isso já começo nos preparativos para a nova fase que se avizinha.

A roupa terá que ficar toda tratada até domingo; ementas semanais feitas/alinhavadas; compras feitas; orientação do dia-a-dia estipulada.

Tenho que ter organização ao máximo pois eu tenho que acordar demasiado cedo.

Se andar desaparecida, desculpem-me, mas tenho que definitivamente de entrar 1.º no ritmo.

Vamo-nos vendo sim?

Beijinhos

29/04/2013

A última semana

Esta é a última semana da minha licença de maternidade. Esta é a última semana em que mimo o meu filho 24 sobre 24 horas. 

E nada me dói tanto quanto esta separação me esta a doer. 

Ando há 4 meses a sofrer por antecipação. Estupidez talvez. Mas sentir que o tempo voava e que esta nova fase das nossas vidas se estava a aproximar mais rápido do que aquilo que eu mais desejava, fazia-me sofrer. 

Esta semana ele irá por volta de umas 2 horitas por dia para se ir habituando ao infantário. Cheiro, local, barulho, educadoras. Hoje foi o seu 1.º dia. Saí de lá a chorar baba e ranho... apenas por 2 horas. Nem quero imaginar a próxima segunda em que ele ficará lá um dia inteiro. 

Não consigo explicar, mas a sensação abandono é a que me assombra o coração. 

Sei que ninguém está preparado para ser mãe, para ser pai. Mas o tempo e a adaptação ao ser que trazemos ao mundo, faz-nos sentir um amor imenso. O estar com o bebé e ver todos os dias a sua evolução, apresentar-lhe uma rotina, faz-nos sentir ainda mais cúmplices daquele pequeno ser. 
Ninguém está preparado para ser mãe. Ninguém está preparado para se separar daquilo que se torna a nossa razão de viver. 

Eu não estava preparada. Não estou preparada. Não quero esta fase, este novo dia-a-dia, esta nova rotina. Quero apenas ser MÃE!


imagem retirada da internet



24/04/2013

Parabéns J.

Hoje o meu J. faz 31 aninhos! O meu cotinha, como carinhosamente lhe chamo!
 
E pensar que comemoro o seu aniversário desde os 24!
 
Agora aqui estou eu a preparar a sua festa de aniversário de amanhã. Doces e uma comidinha da boa!
 
Espero que este ano, apesar de 2 pessoas muito importantes não estarem do seu lado, que seja bem especial, uma vez que tem do seu lado o nosso Afonso!
 
Desejo-lhe tudo de bom e um ano ainda mais maravilhoso que este!
 
Parabéns meu Amor!

imagem retirada da internet

18/04/2013

A planear o batizado do Afonso #4

As coisas em relação a isto definitivamente pararam!

1.º porque encontrar o sítio mais ou menos dentro do que pretendemos não é de todo fácil.

2.º porque gostava mais do envolvimento do J., coisa que tem sido nula. Sei que nunca ligou a este tipo de coisas, mas é para o nosso filho!

3.º simplesmente sinto-me desanimada com alguns obstáculos encontrados.

Será que alguém tem sugestões de sítios mais ou menos acessíveis, sem limites de hora (ou pelo menos não tão restritivos como almoçar ao 12h e sair Às 16h) na zona de Lisboa ou mesmo Margem Sul?

14/04/2013

A ficar com o coração do tamanho de uma evilha!!!

Estou literalmente em contagem decrescente.

Se pensar em dias úteis, tenho apenas 15 dias com o meu piolho. 3 semanas.

Ele irá para o berçário e por volta das 16:30/17h a inha irá buscá-lo. Mas só de pensar que vou estar longe dele o dia praticamente todo.....

Tento ver o lado positivo da coisa, mas não melhora lá muito!!




P.S.: basicamente também não liguei muito à dieta nem à ginástica.... logo tenho exactamente estes dias para me por mais ou menos em forma!!!

3 anos #3

Tivemos um fim de semana maravilhoso!
 
Fomos brindados pelo sol e pelo calorzinho de primavera!
 
Namorámos e aproveitámos ao máximo este momento nosso, da nossa família!!!! Até tivemos um golpe de sorte ao sábado ao jantar, pois o nosso Afonso brindou-nos com uma soneca (mais que bem merecida porque não quis dormir praticamente o dia todo) à hora de jantar, podendo que tivessemos um jantar mais romântico!
 
Foi mesmo muito bom estarmos longe de todos. Ter o nosso espaço.
 
Fez-nos perceber que precisamos mais destes momentos, destas escapadelas. Que precisamos de definitivamente delimitar o nosso espaço a dois e em família.
 
Encaminhados para o bom caminho!

Bodas de Couro_3 anos

12/04/2013

3 anos #2

Este fim de semana iremos comemorar melhor a nossa data, mas desta vez a 3.

Vamos ali até à costa vicentina, ver como andam os ares!

Namorar muito, falar, brincar e aproveitar um verdadeiro momento família!

Até para a semana, sim?!

11/04/2013

3 anos

Apesar da dificuldade do fim de semana, deixámos o pequeno Afonso um par de horas com a avó e fomos comemorar o nosso 3º aniversário de casamento. 

Foi bom, muito bom mesmo!

Fazia-nos falta aquele bocadinho que tivemos só nosso. Falámos sobre as coisas menos boas de uma perspectiva diferente, revalidamos juras de amor, namorámos muito!

Rimos os dois com muita vontade e sorrimos de patetice, patetice de amor. 

Foi uma noite maravilhosa! 


10/04/2013

Felicidade ou não?

Devido a um dos comentários no meu post anterior, pus-me a pensar sobre esta questão de ser feliz o não. 

Pesei os pós e os contras, revi os meus passos e os anos a que estou com o J.

Em Outubro deste ano faremos 8 anos juntos. Quando casámos íamos fazer os 5 de namoro. Nunca vivemos juntos antes do casamento e a adaptação  não foi deveras fácil. 

Eu tenho um feitiozinho de m***** (desculpem a palavra mas é mesmo assim que me caracterizo) e ele também não é melhor. Sempre ouvi dizer que a culpa não morre solteira e de facto essa é a verdade. 

O J. tem uma noção da vida diferente da minha, fruto da educação que ambos temos. Cada um da sua maneira como é certo. Se este "choque" nos traz dissabores? Sim, alguns, às vezes bastantes. 

A vida para nós dois, cada um há sua maneira, não tem sido fácil. Para mim desde a doença do meu pai, à luta intensiva do meu avô contra o cancro que infelizmente perdeu, ao desespero de saber que a minha irmã teria um cancro de mama grave, ao problema psicológico da minha mãe. Para ele, a perda do maior alicerce da vida dele - a avó - a 2 meses do nosso casamento, a perda brutal do pai há 6 meses, a dificuldade de lidar com certas situações com as quais ele não estava preparado, o medo de perder o trabalho.

Temos vencido mutos destes obstáculos e outros juntos. Andamos muito às turras, andamos. Temos certos problemas que julgávamos vencidos mas não estão. 

Mas não posso dizer que nestes 3 anos não tenha sido feliz. Se calhar dá-me mais para escrever quando sinto o coração apertadinho! Não estou com isto a querer defender ninguém... acho que nem eu, nem ele merecemos defesa. 

Olhando para trás e olhando para o meu presente sei que fui feliz. A vida não é feita só de rosas. Ainda este fim de semana o meu cunhado me ilustrou a vida como uma rosa. Uma rosa em que os seus espinhos tinham  que ser vencidos. Uns mais difíceis que outros, mas necessários para manter a rosa viva. 

E é assim que pretendo viver. Fazer a rosa manter-se viva, ultrapassando cada espinho com muita dedicação e amor. 

Isto não depende só dele. Depende dos dois. 

Existe uma promessa. Promessa que quero ver cumprida, mas que não será se não for capaz de dar também o meu braço a torcer. 

09/04/2013

O teste

O J. passou no teste sobre as coisas prometidas para o voto de confiança (se é que pudemos dizer as coisas desta forma).

Infelizmente, as suas atitudes não foram as melhores.... passei um fim de semana desgastante a nível emocional.... chorei 3 dias seguidos!

Infelizmente esta situação está muito em cima do nosso aniversário de casamento e apesar de uma parte de mim ter dito desculpo, a outra ainda está demasiado magoada e não tenho grandes vontades de comemorar.

Sei que há problemas por detrás do nosso problema.... mas estes só poderão ser resolvidos se ele quiser dar esse passo.... o que tristemente ele não aceita.

Sinto-me um pouco perdida e sem grandes vontades de nada.....

04/04/2013

Aproxima-se o teste

Eu e o J. vamos passar por um teste na nossa relação. 

Um teste de confiança. Um teste de respeito. Um teste de amor. 

Ficaremos separados no fim de semana para que ele possa ir participar na organização de um evento, participação essa, que por razões várias (que sinceramente não me apetece enumerar por me ferirem) não aprovo. Evento esse que sei, inexplicavelmente - e quase a 100% absoluta certeza - nos trará alguns dissabores  Dissabores esses em que eu estivesse presente seriam graves para nós. 

Daí eu decidir ficar longe e este ser um teste. Algo que irá acontecer muito próximo de comemorarmos 3 anos de casamento. 

Só espero que todas as expectativas sejam realizáveis...

Só sei que tenho medo.... muito medo....

03/04/2013

6 meses de saudade.... muita saudade!

6 meses depois sinto que faz ainda mais falta.
6 meses depois parece que ainda é mentira!

Sei que de uma forma ou de outra conheceu o seu neto, que está cá para ele. Ele já era a sua grande alegria!

O tempo passou rápido de mais.... e hoje só penso no que ficou por dizer e por fazer. Tenho pena que não tenha falado mais consigo e lhe dito o que me ia no coração. Acredito que onde estiver, já o sabe.

Nunca achei que nos déssemos maravilhosamente, mas hoje olhando para trás, nos momentos em que éramos gato e rato, no fundo gostávamos bastante um do outro. Eu descobri que sim.

O J. sofre em silêncio. Quem me dera que ele exteriorizasse o que sente: a mágoa, a raiva, a dor de ter ficado sem o Pai cedo demais. Era bom para ele, para nós. Sei que tenho que ser forte neste aspecto por nós dois, por nós três, mas nem sempre encontro a força certa para o fazer. Nem sempre encontro a maneira certa de o fazer.
Muita coisa ficou por explicar naquele fatídico dia. Infelizmente nunca teremos essa explicação. E isso faz com que a dor seja mais dificil de ultrapassar.
6 meses é muito tempo e foi uma vida nova que tivemos que aprender a viver. Uma vida que não esperávamos que viesse tão cedo.
Todos olhamos para o futuro com um sorriso nos lábios e alegria no coração pois a melhor forma de o homenagear é viver a vida ao máximo como você o fazia! E como você gostava de viver! Acredito, sei, que viveu ao máximo e que foi feliz na vida que escolheu!
Cabe-nos a nós fazer igual. Cabe-nos a nós levar até ao fim as nossas vidas como você gostaria que levássemos!
6 meses sem si... estrela a brilhar no céu para todos nós, para o meu Afonso, o seu anjo da guarda.
6 meses de saudade... muita saudade!

3 meses de ti

3 meses de ti meu bem!

Nestes 3 meses aprendi muita coisa: uma responsabilidade diferente, um olhar para a vida diferente, um amor diferente, uma viver diferente. Aprendi a lidar com coisas nunca antes pensadas. Acima de tudo aprendi e aprendo, dia-a-dia, a lidar contigo.

Adoro o teu sorriso matinal e a tua boa disposição. Adoro as tuas poucas birras, com as quais ainda não sei lidar a 100% (por serem tão poucas e para mim mesmo incompreensíveis!). Adoro quando olhas para mim com esses olhos brilhantes (que tenho para mim ficarão verdes como os do pai).

E como te desenvolves??? Já te queres sentar e ver tudo à tua volta! Há quem diga mesmo que não pareces sequer um bebé de 3 meses! És super espevitado e curioso! E já descobriste a TV  apesar da mamã não te deixar olhar para lá!

Como tenho feito nos meses anteriores, este mês voltei a dar volta à tua roupinha.... tanta que está de parte! Sinal de que tens crescido imenso!
Quase toda a roupa foi dada, pouca comprei pois uma vez que a avó oferecia não fazia sentido andar a comprar mundos e fundos, até porque senão não as irias usar!
Posso dizer que é quase nenhuma a roupa que não utilizas-te. Acho que me saí muito bem a gerir essa parte!

Já estou de coração apertado ao pensar que daqui a um mês terei que te deixar no berçário. Acredito que irás te adaptar e que por seres mais pequenito não notarás tanto a diferença. Se calhar até me engano, mas assim alento-me.

O tempo passa muito rápido e estás muito crescido! Já tenho saudades da minha barriga, de te sentir mexer lá dentro e de ti ainda mais pequenino.

Quero viver estes dias, semanas e anos ao máximo ao teu lado!

Amo-te demais meu filho! <3 p="">

02/04/2013

Precisa-se

Precisa-se de maquilhagem simples, clean para o dia-a-dia quando regressar ao trabalho!
 
Normalmente nunca sei o que fazer, acabando por por base, pó, rimel e blush. Nada mais. Há dias em que ponho alguma sombra que vá de encontro à cor da roupa ou apenas no tom castanho indo de encontro à cor dos meus olhos.
 
Mas apetece-me mudar!
 
Alguém tem ideias????

01/04/2013

A planear o batizado do Afonso #3

Isto é mais difícil que organizar o casamento!
Nem todos os sítios têm ementas acessíveis e as que têm, têm horários demasiado restrictivos!
Como queremos juntar com o 1º aniversário dele, não queríamos sair do sítio em questão às 16 ou às 18 horas da tarde!
Isto realmente não há como agradar a gregos e a troianos, mas se não encontrar um local que preencha mais ou menos as ideias que temos, acho que vamos que ter que repensar a festa, não a data!

Oficialmente

Estou em contagem decrescente. Falta 1 mês e 4 dias para voltar ao trabalho e começar uma nova etapa nesta vida nova desde que o Afonso nasceu.
 
Não sei explicar mas não estou a pressentir que a coisa corra bem... odeio sentir estas coisas... habitualmente não falho nos meus pressentimentos.
Não que não corra bem em relação ao Afonso ou ao regresso ao trabalho, nada disso. Pressinto que não vai correr bem é o dia-a-dia, a organização, as finanças.... não sei se me estou a fazer entender...
 
E ainda por cima tenho tanto em que pensar.....
 
Ninguém disse que vida de Mãe era fácil!

30/03/2013

E o que é que fazemos....

....naqueles dias em que olhamos pra trás e vimos que deveríamos de ter feito as coisas de forma diferente, que deveríamos de ter esperado mais um pouco, que o que ambicionávamos não é bem aquilo que hoje temos????????


imagem retirada da internet

27/03/2013

O que se passa por aqui

Neste momento estou a recuperar do que acho ser uma gastroenterite  Digo acho porque não tive vómitos, nunca perdi o apetite e apenas tive a malvada da diarreia (fruto de algo que terei comido que não me fez bem, ou dos abusos feitos neste último mês??? fica a questão!)
A minha mãe foi-me buscar ontem a casa, onde me encontrou a tremelicar por todos os lados e completamente curva devido às dores horríveis que tinha nas costas. Nem capaz de tomar conta do meu Afonso eu estava...
Sempre que estava junto dele tinha de estar de máscara, o que dificultou a minha interação com ele. Ele no mínimo pensava "que monstro é este" porque nem falando com ele, ele me sorria!
Hoje sinceramente já estou melhor. Hoje já lhe pude dar o carinho e a atenção que ontem não fui capaz!

Infelizmente esta questão trouxe uma que eu desejava que não tivesse aparecido tão cedo.... Estou a ficar com pouco leite. Não sinto o meu peito cheio como há uns dias atrás e sinto que ele não mama com tanta vontade, chegando mesmo a chorar desalmadamente largando as maminhas.... estou já a tomar Promil, a ver se a coisa melhora e se ainda aguento mais um tempinho a dar-lhe maminha. 

Felizmente aproveito a dieta para me restabelecer e começo definitivamente a minha! Tenho estado a brincar com o fogo pois sou uma menina que ganha peso muito facilmente, demasiado fácil até, e gostaria de voltar ao trabalho 5*. Até para continuar a sentir-me bem comigo mesma certo? Acho que essa parte é muito importante e há muito tempo que não me gosto de ver ao espelho! Agora é aproveitar a deixa, reeducar-me a comer e habituar-me ao exercício físico. Quando voltar ao trabalho muito provavelmente o exercício será algo mais difícil mas tenho que arranjar uma solução. 

E por falar em voltar ao trabalho.... estou já na recta final.... que medo! Já só me falta um mês para ter que deixar o meu anjinho no infantário! Passaram a voar estes meses... e na minha cabeça só o assombro de o ter que "abandonar" e a difícil habituação ao novo dia-a-dia (que como já descrevi aqui não será nada fácil!).


15/03/2013

Dos miminhos da mamã.....

....resultam em um "assassinato" da dieta, com todas as iguarias que habitualmente não como e que me fazem simplesmente abusar!!!!

Ai!!!! Que lá se vai o meu peso baixo!!!!!!

14/03/2013

As últimas novidades

Esta semana tenho andado um pouco desparecida  pois quase que me mudei de armas e bagagens para a casa da minha mãe.
Não, não aconteceu nenhuma desgraça! Apenas esta semana tivemos a necessidade de vir todos os dias para Lisboa, e ficando cá evitamos que o Afonso saia cedíssimo de casa e volte tarde, apanhando aqueles frios da manhã e do final do dia/noite.
Para mim melhor! Escuso de ficar sozinha em casa e sempre dou mais companhia aos meus pais, principalmente ao meu Pai.

Na segunda fomos à pediatra. O Afonso está com 5.095 kg e 57.5 cm. Está tão crescido o meu menino!!!!
Já foi levar as suas vacinas. Portou-se muito bem!! Apenas chorou no momento em que as levou e nunca fez febre, nem durões nas pernocas. Ficou um bocadinho sentido e a necessitar de um bocadinho mais de miminho, mas isso não nos importamos de dar!

Cá por casa tornámo-nos uns bimbólicos! Ofereceram-nos a máquina e apesar de ainda estarmos a aprender a mexer com aquilo, parece que nos vai facilitar a vida quando eu começar a trabalhar.

Eu e o J. estamos no que me parece ser o caminho certo. Eu própria estou a fazer um esforço diferente. Sei que exijo mais para mim, para nós e para o Afonso, mas não posso cobrar como tenho feito. Estou a aprender a ser uma mulher diferente neste aspecto. Estou a aprender a namorar de novo e a criar toda aquela expectativa de menina apaixonada. Sinto-me sim triste por ter deixado estas pequenas coisas serem perdidas com o acomodar dar relação e do instalar da rotina. Avizinham-se novos e melhores dias!

10/03/2013

A tentar ganhar ânimo a 100%

Obrigada pelas palavras de apoio e de incentivo.

Estou a tentar ganhar um novo alento nestes dias mais sombrios! Ontem já foi melhor e hoje um pouco mais! =)

Contudo, parece que me está a faltar alguma coisa e não sei perceber o quê!

Sei que tenho que fazer um esforço mujito grande para que a dieta se mantenha, mas desta vez a 100% e que o programa da ginástica se cumpra. Sei que tenho mesmo que deixar de roer as unhas, mas a coisa definitivamente não está fácil e não me apetecia voltar já às unhas de gel... ^

Olho à minha volta e sinto que nestes tempos que tenho estado em casa que me falta algo... algo que me faça definitivamente largaro computador, pois tenho horas que nem sei o que fazer!!!

É que até à procura das coisas para o batizado do Afonso eu me canso! E perco a vontade!

Já me lembrei de ler um livro, mas qual? Tem que ser algum que me prenda e muito senão vai ficar pendurado!

Alguma sugestão para eu me entreter e ganhar ânimo???!!!!

08/03/2013

Estou como o tempo...

...chorosa e cinzenta.

Porque há dias assim. Dias em que não me consigo esconder mais atrás de um sorriso, de uma voz e cara satisfeitas. Dias em que tudo me atormenta, me causa dor.
 
Porque há dias assim, em que me recordo de tudo:
 
- do meu Pai e de quanto a vida foi injusta para ele, do quanto ele tem sofrido e muitas vezes em silêncio; de como sofre cada vez que não pode jogar à bola com os netos e agora com este não pode andar com ele no colo cada vez que está embirrento
- da lutadora da minha Mãe e pensar que ela tem um problema que não assume porque tem que segurar o forte, sem nunca deixar de ser a super-Mãe e a super-Avó
- dos que já partiram e que tanta falta me fazem, que não puderam conhecer pessoalmente a luz da minha vida
- da luta constante que às vezes parece sem sentido, para um casamento e vida melhor
 
Porque há dias assim, em que sou a maior falhada, derrotista e não sou eu. Dias em que não me orgulho e que penso de como poderia ter feito diferente. Dias em que falho em relação aos outros.
 
Porque há dias assim, em que me deparo que desisti daquilo a que me comprometi, porque simplesmente não tenho vontade nem sequer entusiasmo.
 
Porque há dias assim em que apenas me apetece estar enroscada, sozinha e fechada... ouvir música alta e chorar

04/03/2013

Balanço de fim de semana

Este fim de semana foi muito sentimental.

1º porque o meu mais-que-tudo fez 2 mesitos e tive a família quase toda reunida. Foi tão bom!

2º porque o meu sogro fez 5 meses que faleceu... não era extremamente apegada a ele, mas gostava dele e faz falta.

3º porque sinto que apesar de tentarmos, não considero que eu e o J. estejamos bem. Tenho que ter fé e acreditar mas está custoso...

Melhores fins de semana aguardam-se!

03/03/2013

2 meses de Afonso

Hoje faz 2 meses que o meu mais que tudo nasceu.

Já não me imagino sem ser neste papel de Mãe!

Já não imagino o que seria a minha vida sem esta vida que me completou.

Amote meu filho!

imagem retirada da internet

01/03/2013

A dieta já começou

Quem leu o meu post anterior viu que eu iria fazer ginástica com um género de jogo da Wii.

Meninas, eu pensava que aquilo não me iria fazer suar..... mas enganei-me redondamente!!!!! fartei-me de fazer coisas e suei muito!!!

Para completar ainda ganhei coragem e fiz mais uns abdominais por conta própria.

Alguma coisa há-de sair disto!!!!

Agora em relação à comida.... ora isso é que está dificil. Estou a ter muitas dificuldades em manter-me no bom caminho. Enquanto eu tiver montes de bolachas apetitosas naquela despensa, graças à visita à fabrica da Dan Cake ainda o J. estava em casa comigo, vou ter sempre montes de tentação.

E eu sou uma miúda gulosa, muito gulosa!!!!

Para mim, esta parte está a ser deveras dificil. Sei que tenho o truque dos frutos secos para comer quando sinto o ratinho, mas às vezes nem é o ratinho... é o abrir inconscientemente a despesa e atacar as bolachas....

Alguém tem alguma dica para isto?

Enquanto isso vou-me esforçando!!!

A planear o batizado do Afonso #2

Ainda ontem, em conversa com o J. decidimos a questão da data e do dinheiro que "gostaríamos" de gastar.

Data: 4 ou 5 de Janeiro 2014.

Vamos unir a festa do 1º aniversário do pimpolho com o almoço celebração de batizado. Agora sim, decidiu que em vez de se fazer algo mais simples, faz-se algo ligeiramente mais elaborado!

Assim, para mim, também faz mais sentido convidar algumas pessoas que eu não o faria se fizessemos única e exclusivamente o batizado.

Eu e o J. já falámos de valores e vamos fazer de tudo para que o cumpramos e quiçá ainda sobrar!

Aproveitando assim a onda de eu ainda estar sensivelmente mais 2 meses em casa, vou procurar sítios de valores, condições, ementas e espaços simpáticos.

Vai começar a correria!!!! Que saudades eu tinha!!!!