04/02/2015

Em desespero

O meu piolho está a passar por uma fase complicada.
Não quer dormir na cama dele e luta connosco até altas horas como se nada fosse com ele.
Como ainda adormece no sofá ao colo de um de nós, assim que o vamos deitar, o sente e abre os olhos e desata numa choradeira que só visto.
É desesperante porque não o consigo ajudar e sinto-me impotente. Desesperante porque não percebo o que o assusta: se sonhos, algo no quarto, etc. Desesperante porque ao fim de "n" noites seguidas, a nossa paciência esgotasse e acabamos por fazer coisas que, como se costuma dizer, nem ao diabo lembra.
Todas estas noites têm acabado sempre da mesma forma: connosco vencidos pelo cansaço e pelo desespero e com ele a dormir na nossa cama, agarrado a nós.
Já não sei o que fazer....

28/01/2015

Á procura de um porquê

Não sei se alguma vez falei por cá, mas o meu Pai tem uma doença rara.
É uma doença que afecta os 2 principais neurónios e como consequência tudo o que seja motor e que necessite de "ordem" do nosso cérebro para acontecer.
Está assim, felizmente,  há 9 anos. E digo felizmente porque é uma doença degenerativa, pela qual ele já poderia estar numa cadeira de rodas ou mesmo acamado.
Esta semana infelizmente tivemos certeza do pior.
A medula está afectada. É como se um fio eléctrico se estivesse a descarnar.
Por outras palavras além de o ver piorar, vamos vê-lo morrer. Pode parecer duro mas não há outras palavras para o dizer.
Pode ser rápido como não.  Depende da ajuda da pouca medicação que existe.
A mim, só me vem à cabeça "porquê? " Ele é um homem novo (tem 55 anos), que há praticamente 10 vê a sua vida fugir-lhe das mãos.
Um homem que era extremamente activo viu-se na impossibilidade de trabalhar,  conduzir, de ser alguém.
É nestes momentos que sou egoísta e penso porque é que não aconteceu aos outros.  Não sabemos lidar quando isto bate na nossa porta.
Há muita coisa que se tem que pensar, e com este cenário,  antecipar.
Mas não é fácil.  É muito difícil.
É difícil termos que ser fortes , parecer fortes e tentar dar-lhe o ânimo que há muito já não lhe assiste.
E todos temos o coração pequenino.
E sem dúvida ele é o meu herói.
Porquê? !

14/01/2015

Visita ao Porto

Eu e o J. Fazemos 5 anos de casamento em Abril, extremamente perto da Páscoa.
Gostaríamos de ir passear para fora, mas todas as cidades que queremos ver estão caríssimas e neste momento não há essa possibilidade
Por isso lembrei-me do Porto, cidade que não conheço. E porque não fugir cá dentro?
Por isso preciso de sugestões!
Qual o melhor sitio para ficar (nem que seja geograficamente ), sítios para visitar, iguarias para provar e onde provar, etc.
Eu sei que há quem me leia que seja do Porto. Se puder dar uma mãozinha muito agradecia!

12/01/2015

Por cá nestes primeiros 11 duas do ano

A festa do meu pequeno foi um sucesso. Sei de alguém que é capaz de ter ficado comigo pelas orelhas, mas sinceramente não quero saber. O meu maisque mais que tudo divitiu-se imenso e só ficou ko às 20:30 da noite. É tão bom vê-lo feliz!!!!
Entretanto o fim de semana acabou por ser perdido em termos de organização de casa, logo esta primeira semana foi literalmente o caos....
Senti-me falhar em muita coisa logo no início do ano. Mas ainda há muito caminho para andar.
Entretanto fiquei doente e a rezar para que o meu pequeno não apanhe nada.
Vamos ver como corre este ano!

03/01/2015

2 Anos

São 2 anos.
2 anos de tudo. De aprendizagem, felicidade, preocupação, construção, crescimento, etc.
2 anos em que vieste transformar a minha vida em algo maior e melhor.
2 anos em que tornas-te tudo impensável sem ti.
Estás muito crescido e olho para trás e penso como o tempo voou. Penso como o tempo passou por nós, por ti e deixas-te de ser aquele pequeno ser que ainda agora tinha vindo conhecer o mundo.
Não sou perfeita, sei que erro, mas sei que o Amor que nos une é tudo para nós.
Parabéns meu Amor Maior! Parabéns minha vida!

imagem retirada da internet

01/01/2015

Para o novo ano

Este final de ano não irei fazer balanços, não irei pensar no bom e no mau.
O que passou,  passou. As boas recordações na memória e no coração estão guardadas.  As más,  tentarei esquecer.
Pela primeira vez,  este ano não irei planear. Claro que tenho ideia do que quero, do que gostaria que fosse o meu ano, mas para não pensar que mais uma vez falhei comigo mesma, não o irei fazer.
Aguardo o que o destino me tem reservado.
E por aí?  Há planos?

31/12/2014

2015

Que este ano seja melhor que o anterior.
Que este ano vos traga tudo o que vocês mais desejam e anseiam.
Que este ano vos traga muitas vitórias e conquistas, saúde, amor.
Que este ano seja cheio de tudo!

imagem retirada da internet